Palestra sobre a autoridade do professor com Prof. Dr. Gildo Volpato enriquece a semana de formação

Na semana que antecede as aulas no Estado de Santa Catarina é de praxe a realização de uma formação preparatória visando o ano letivo que se inicia. Todo planejamento...

Geral
Por: Colunista Geral
IMG-20190209-WA0125

Na semana que antecede as aulas no Estado de Santa Catarina é de praxe a realização de uma formação preparatória visando o ano letivo que se inicia. Todo planejamento e organização das escolas já estao previstas nos documentos do Projeto Político Pedagógico(PPP) e Plano de Gestão Escolar(PGE). Além deles temos os documentos Nacionais, tais como LDB e PCNs e estaduais como a Proposta Curricular de SC, além das portarias e outros documentos oriundos da Secretaria Estadual de Educação (SED). Tudo isto precisa ser revisto, aprofundado e debatido nesta semana de formação. Nesta semana se organiza as atividades, os grupos de trabalho, as metas que serão realizadas no percurso de 200 dias letivos. Complementando estas atividades, nesta terça-feira 05/02 Foi realizado importante palestra no centro de eventos Prof° Iria Angeloni Carlessi. O evento foi realizado graças a parceria com a prefeitura municipal de Turvo que cedeu o centro de Eventos no qual participaram aproximadamente 300 professores das redes estaduais e municipais de Turvo, Ermo, Jacinto Machado e Sombrio. As escolas envolvidas foram a EEB João Colodel, EEB Jorge shutz, EEB Morro chato, EEB Timbé do Sul, EEB Pedro Simon, EEB Francisco Molgero, EEB Normélio Cunha e professores das redes municipais de Turvo e Ermo. Prof. Gildo palestrante desta manhã, possui larga experiência no campo da educação atuando em todas as esferas da educação catarinense. Gildo, possui mestrado, doutorado e pós-doutorado em educação, e ultimamente assumiu a pasta da SED como secretário Adjunto até o final de 2018. Na Unesc, atuou como professor, vice reitor e reitor e atualmente é docente do Programa de Mestrado em Educação. Também é membro efetivo do Conselho Estadual de Educação. Dr Gildo veio discorrer sobre a temática : ” Autoridade do Professor” e seus desdobramentos na prática concreta da sala de aula. Salientou de início a importância da escolha desta profissão carregada de desafios e percalços. Para exercer com dignidade e responsabilidade, o professor não pode abrir mão de sua autoridade, que por sua vez não pode ser confundida com autoritarismo ou prepotência em relação aos sujeitos da aprendizagem, os educandos. Na pergunta, o que tem que ser feito por parte dos professores para que se efetive sua autoridade, Gildo reitera que o professor é responsável por dar direção, limites, combinar algo e cumprir com o que foi combinado. Deve proporcionar espaços de escolha com responsabilidade. É preciso que seja exemplo de coerência, ética, justiça e respeito. Em suma deve sempre ter atitude de educador se portando como o adulto da relação; por esse motivo jamais deve perder o equilíbrio emocional vindo a desqualificar-se perante os alunos, ou também faltar com respeito vindo a humilhar e desqualificar os educandos. Prof. Gildo falou sobre uma pesquisa realizada por ele com seus alunos de pós-graduação, na qual os alunos destacam a didática e a metodologia dos professores que segundo eles exercem suas atividades com autoridade e competência. Seria: ” exposições com clareza das ideias e conteúdos; aulas teóricas interessantes; Estabelece relações entre teoria e prática comparando e exemplificando; Interage, exige a participação incentivando a disco e o debate; Não entrega tudo pronto; Estimula o raciocínio e o senso crítico fazendo o aluno pensar; Relaciona o conteúdo com outras áreas; proporciona aulas dinâmicas e de fácil compreensão, e sempre procura inovar. Outras questões levantadas pelos alunos referem-se ao domínio de conteúdo, o bom humor nas relações em sala de aula, na imparcialidade com todos; agir sempre com justiça, lealdade, afeto e amizade, demonstrando sempre que gosta do que faz e por isso o faz com responsabilidade e amor”. Gildo asseverou que o professor não pode descurar da imposição de limites e regras, e para isso é preciso impor sua autoridade; Segundo sua pesquisa, o respeito do aluno ao trabalho do professor, passa por estas características fundamentais; Todavia além de ser detentor do conhecimento que se ensina se faz necessário que o professor entenda que o seu trabalho é fruto de sua escolha, e desta forma deve ser realizado com amor e competência. A perda da autoridade vem acompanhada da perda da própria dignidade, por isso é preciso sempre refletir sobre as consequências da escolha. “Se trabalhar com crianças, jovens e adolescentes nos realiza como pessoa e nos torna felizes, é um indicio forte que estamos no caminho certo, caso contrário, melhor seria mudar de trajetoria e escolher outra profissão”!! Concluindo diríamos que a palestra do Dr. Gildo foi uma profunda reflexão sobre a prática docente, com a proposição de desafios no sentido de supera-los para que o profissional do magistério venha resgatar junto a sua prática, a sua dignidade e autoridade!!
Desejamos um grande ano letivo a todos os professores!!

Fontes ( palestra do Prof. Dr. Gildo Volpato em 05/02/19 Turvo-SC)

José Pedro Idalino

Eu sou o professor Jose Pedro Idalino, e sou natural de Turvo, filho da capital Turvo Baixo. De 1979 a 1985 fui seminarista da Ordem dos servos de Maria. Me formei na PUC do Paraná em 1987 com licenciatura em Filosofia e bacharelado em História e psicologia. Iniciei minha carreira de professor, começando no Pedro Simon em Ermo depois Jorge Shultz e colégio estadual de Turvo atual EEB Joao Colodel, no qual estou a 29 anos e hoje atuo na direção do Colégio pela segunda vez. Trabalhei como professor também em escolas particulares como Objetivo, Energia e Universidades como Unisul, Unibave e Unesc. Na Unesc fiz pós graduação em História e Mestrado em Educação. Atuei como professor por 15 anos em cursos como História, Matemática, letras, arquitetura, enfermagem, Artes visuais, Psicologia, Engenharia de materiais, Pedagogia, Administração comercio Exterior e Direito.