Garotada de Turvo aprende fundamentos do handebol em escolinha gratuita

Fintar, passar, dar três passos e arremessar a bola ao gol. Esses são apenas alguns dos conceitos básicos do handebol que meninos e meninos de Turvo podem aprender gratuitamente...

Esportes
Por: Colunista Esportes
handebol turvo1

Fintar, passar, dar três passos e arremessar a bola ao gol. Esses são apenas alguns dos conceitos básicos do handebol que meninos e meninos de Turvo podem aprender gratuitamente nas tardes das segundas e quartas-feiras no ginásio Abelle Bez Batti sob o comando da professora Scheila Cristiane Heffel.

“Eu vim para a escolinha porque gostei de jogar o handebol na escola. Mas, eu já tinha vontade de começar a treinar porque o meu pai praticava esse mesmo esporte. Então, eu comecei a treinar e gostei muito. Acho que evolui bastante no handebol e quero continuar melhorando cada vez mais”, declarou Vicente Peruchi, de 13 anos.

Com a mesma idade de Vicente, Henrique Possamai Favaro também tem a sensação de ter melhorado devido a freqüência nos treinos. “Comecei a me dedicar mais ao handebol porque foi o esporte que mais gostei. Eu comecei com a escolinha, mas já estou treinando a noite com o pessoal que vai para competições”, contou Henrique.

Portas abertas para novos atletas

Após a realização dos Jogos Escolares da Região do Vale do Araranguá (JERVA) na cidade e a mobilização em torno dos jogos, a treinadora Scheila espera contar com mais garotos e garotas na escolinha.

“Queremos convidar as crianças e adolescentes a participar da escolinha, mas gostaria muito de incentivar a participação de meninas de todas essas idades para termos uma continuação. Esse é um trabalho de base de médio a longo prazo e os treinos seguem abertos a todos”, concluiu a professora.

handebol turvo2

Cristina Possamai

Natural de Turvo (SC). Jornalista formada. Aficionada pelo mundo do esporte com experiência na cobertura do Criciúma nas séries A, B e C do Brasileirão. Participação na área de Operações de Imprensa na Arena da Baixada (Curitiba) durante a Copa do Mundo de 2014 e atuação nas Olimpíadas do Rio 2016 no Maracanã e no Estádio Nilton Santos.